atendimento

BR (41) 99928-3502 ou (41) 3019-6698
advogadogilbertoam@gmail.com

atendimento

Artigos - A alteração do parâmetro constitucional, quando o processo ainda está em curso, não prejudica o conhecimento da ADI

separacao
Direito Constitucional
A alteração do parâmetro constitucional, quando o processo ainda está em curso, não prejudica o conhecimento da ADI

Constituição de 1988 contempla vários parâmetros, normas constitucionais que a tornam um conjunto analítico e escrito. Dentre essas normas, temos as originárias (criadas quando da promulgação), o Ato das Disposições Constitucionais Transitórias (ADCT), as emendas constitucionais e os tratados e convenções internacionais sobre direitos humanos com força de emenda constitucional, conforme art. § 3ºCF/88. Nesse contexto, para que uma lei ou ato normativo federal ou estadual não seja considerado inconstitucional, deve ser compatível com esses parâmetros.

Entretanto, salienta-se que frequentemente o texto constitucional sofre emendas. E isso pode ocorrer durante a tramitação de uma ação direta de inconstitucionalidade (ADI).

A ADI, por sua vez, tem por finalidade verificar a compatibilidade do ato impugnado com a Constituição, de modo que, constatado o vício da nulidade, o referido ato será extirpado do ordenamento jurídico. Assim, se um ato é nulo na sua essência, não poderá futuramente ser considerado válido. Sendo a nulidade um vício insanável, revela-se inadmissível a tese da constitucionalidade superveniente.

Dessa forma, mesmo que o parâmetro que serviu de base para a inconstitucionalidade da lei ou ato normativo não mais exista no texto constitucional, a inconstitucionalidade persiste, sendo considerada atual. É o que entende o Supremo Tribunal Federal (STF), que adota o princípio da contemporaneidade para a hipótese em questão.

Com isso, conclui-se que, para o STF, a alteração do parâmetro constitucional não tem força para prejudicar o andamento da ADI, justamente porque, caso a lei ou ato normativo questionado seja considerado inconstitucional, não poderá uma nova norma recepcioná-lo.

 

Gilberto Andreatta Maia, em 19/10/2018.

Newsletter
Cadastre seu e-mail e receba novidades exclusivas.
Nome: 
E-mail: 
Cidade: 
6210 Repita o
código:

(41) 99928-3502 (TIM, WhatsApp ou Skype)
(41) 3019-6698
advogadogilbertoam@gmail.com 
Rua Raposo Tavares, 688, Pilarzinho, Curitiba/PR